RTP 2 chega ao Porto ainda este mês
Transferência da produção da RTP 2 para o Porto para "melhor utilização dos meios humanos e físicos"
Foto: rtppt/Flickr

RTP 2 chega ao Porto ainda este mês

Marcadores: , , ,

O cenário de encerramento parece ter sido afastado do futuro da RTP 2. A administração e a tutela chegaram a acordo e a produção do canal será transferida na íntegra para o Porto - mas não será o único. Quanto ao futuro da estação, janeiro parece ser conclusivo.

Depois da informação avançada ontem pelo Jornal Económico, confirma-se a transferência da RTP 2 para o Porto, assim como alguns programas de outros canais, como da RTP Informação e da RTP Internacional.

"O centro nevrálgico da RTP 2 passa para o Porto e é intenção da administração manter a participação regular da informação da RTP e RDP a partir do Porto", disse ao Diário Económico, o presidente do conselho de administração, Alberto da Ponte.

A transferência já estará, aliás, a acontecer e prevê-se que fique concluída até ao final de janeiro. Esta decisão de deslocalização, acordada entre a administração e a tutela, não trará encargos extra - já que alguns dos serviços contratados externamente serão agora feitos dentro da estação - nem significará a contratação de trabalhadores ou a mobilidade de Lisboa para o Porto. Significará apenas "a melhor utilização dos meios humanos e físicos que existem no Porto", esclarece fonte da administração à Lusa.

RTP: Privatização ou concessão?

Esta reestruturação deverá alargar substancialmente o número de horas de produção no norte e afasta, por fim, o cenário de encerramento do canal. Ainda assim, fica por saber o futuro da estação: concessão ou privatização.

Durante o dia de ontem, Alberto da Ponte terá garantido à redação não ter qualquer influência no processo, que disse ser apenas uma decisão política, e afirmou esperar que tal seja decidido o mais rápido possível.

Por resolver fica o destino de alguns programas da grelha do segundo canal. Ainda assim, o jornal i avança algumas informações nesse sentido, que diz decorrerem de uma decisão da direção geral de conteúdos, a cargo de Luís Marinho. Para começar, por exemplo, avança que o programa das manhãs da RTP 1, "Praça da Alegria", passará mesmo a ser transmitido de Lisboa.

Também ao contrário do que foi veiculado há uns meses, o i garante que o magazine cultural "Câmara Clara", continuará a ser transmitido com as mesmas características - ainda que a partir do Porto. Já um novo noticiário, emitido à meia-noite vai substituir o jornal "Hoje", das 22h. Quanto ao "Sociedade Civil", perde Fernanda Freitas e passa a ser apresentado pela jornalista Eduarda Maio, anterior subdiretora de informação da Antena 1.

Ao Correio da Manhã, a ainda atual apresentadora do programa disse ter-se "desvinculado" do formato, já que lhe foi apresentado um novo "desenho" com que não se identificou. "E era gravado, não faz sentido", disse.

Votar:
  • a
Pontos: 0 | Classificação: 0

Logo da Creative Commons ERC ISSN 1646-3064